• (41) 3012-5900
    contato@energiasmart.com.br

Cinco geradoras antecipam quitação de R$ 1,9 bilhão de passivo do GSF

Cinco geradoras anteciparam a quitação dos débitos do risco hidrológico (GSF), durante o processamento da liquidação financeira do Mercado de Curto Prazo (MCP), referente a dezembro. Os valores estavam em aberto por causa de liminares contra o GSF. O valor antecipado totaliza R$ 1,9 bilhão, informou a CCEE.

Com isso, o total em aberto por causa da judicialização caiu de R$ 8,66 bilhões para R$ 6,77 bilhões. A liquidação financeira do MCP movimentou R$ 4,50 bilhões de um total de R$ 11,27 bilhões contabilizados.

As geradoras que liquidaram os passivos do GSF antecipadamente foram a Rio Paranapanema Energia, Rio Verde Energia, Rio Sapucai Mirim Energia, Cravari Geração de Energia e Genesis Energia.

As cinco geradoras somadas optaram por fazer pagamento da ordem de R$ 1,2 bilhão, que somado a R$ 700 milhões em créditos no mecanismo, totalizaram o R$ 1,9 bilhão a ser pago.

AES Brasil antecipou em dezembro o pagamento de R$ 2 bilhões em débitos, destravando ao todo R$ 3,9 bilhões.

Entre os recursos contabilizados em dezembro, R$ 4,50 bilhões foram efetivamente liquidados. Outros R$ 2,87 milhões (0,1%) foram considerados valores não pagos, sendo R$ 960 mil em parcelamentos e R$ 1,91 milhão de inadimplência, de acordo com a CCEE.

Os agentes com decisões judiciais vigentes para não participarem do rateio da inadimplência resultantes das liminares do GSF tiveram adimplência próxima de 99%.

Já os amparados por decisões que impõem o pagamento proporcional verificaram uma adimplência de cerca de 28%. Após a operacionalização das decisões judiciais, os credores que não possuem liminares receberam 19% dos créditos.

A CCEE ainda está realizando os cálculos para atualização dos valores a serem pagos pelas geradoras que aderirem à repactuação do risco hidrológico – ainda está correndo o prazo de 90 dias para a conclusão dos cálculos.

Após a homologação dos valores pela Aneel, os agentes terão 60 dias para declarar aceitação ou não dos valores propostos.

Conta Bandeiras

A CCEE também promoveu a liquidação financeira referente à Conta Centralizadora dos Recursos de Bandeiras Tarifárias (Conta Bandeiras). A liquidação referente a dezembro de 2020 movimentou R$ 85.868.930,41.

O montante é relativo ao pagamento de 56 distribuidoras e permissionárias devedoras na conta, no valor de R$ 18.792.041,99, e pagamento do prêmio de risco hidrológico no valor de R$ 67.076.570,81, aportados por 50 agentes geradores. Os recursos arrecadados foram repassados pela Conta Bandeiras a 43 distribuidoras credoras, segundo a CCEE.

Fonte: Energia Hoje